O poder das franjas! Ofereça o melhor corte para sua cliente

Publicado em 14/07/2015 - Por Fabíola Freitas
Reprodução
Para se tornar especialista em cabelos, não há dúvida de que o melhor caminho é estudar e se manter atualizado. Em relação aos cortes, mais especificamente às franjas, não poderia ser diferente.

Um profissional bem preparado não precisa de muito esforço para conseguir identificar qual tipo de franja é ideal para cada formato de rosto – oval, quadrado, redondo ou triangular, além de outras variações. Mas a dica é para quem ainda não tem tanta facilidade: continue praticando para se aprimorar cada vez mais.

Mesmo que você já tenha habilidade para reconhecer a franja que melhor compor o look de sua cliente, uma regra é básica: não existe corte sem avaliação, muito menos sem uma boa conversa pré-atendimento. É nessa hora que você consegue entender qual o desejo ou a necessidade da pessoa que está sentada na cadeira do seu salão. Mais do que isso: é nesse bate-papo que o cabeleireiro vai descobrir quanto tempo a cliente tem para se dedicar ao cabelo diariamente, o que costuma fazer ou usar nas madeixas após a lavagem e quais seus produtos de finalização preferidos.

A espessura e a textura dos fios também são aspectos que merecem atenção especial e uma análise bem detalhada para obter o melhor resultado ao cortar a franja, tanto para atender às expectativas da cliente no momento em que ela está no salão quanto para ajudá-la a manter o visual em casa, sem a necessidade de muito tempo para isso. 

É importante lembrar que a franja é capaz de mudar totalmente um rosto. Por isso, é possível que no dia a dia a cliente tenha de usar usar secador, mesmo que os fios sejam lisos. A maneira de se vestir também pode precisar de alguma alteração, para que a franja não deixe o visual muito infantil ou muito fatal. Seja um profissional completo, transmita confiança e converse sempre com sua cliente!

Dicas infalíveis
* Ouça sua cliente.
* Procure fazer o que a cliente deseja, mas antes explique as consequências do tipo de corte escolhido, levando em conta as características do cabelo dela.
* A cliente foi ao seu salão para corrigir o corte? Ajude-a a encontrar soluções. Não sendo possível a correção na hora, oriente-a a deixar os fios crescer antes de submetê-la a um novo corte.

Por VivaBeleza

Fonte: Vito Mariella, hairstylist e sócio do Liceu de Maquiagem
 
 
 
 
 
 
Ikesaki - A hiperloja do profissional de beleza.

www.ikesaki.com.br
Ikesaki - A hiperloja do profissional de beleza - Copyright © 2011

GetYou - Unindo marcas e pessoas