Acetona x Removedor: descubra quais são os efeitos de cada um deles nas unhas

Publicado em 28/06/2012 - Por Joice Delgado
O mundo da beleza envolve muitos mitos sobre quais produtos proporcionam os efeitos desejados sem prejudicar tanto o cliente quanto o profissional. Dentro deste grupo está o uso do removedor ou da acetona para retirar o esmalte, onde o principal questionamento é qual sobre qual dos dois produz danos menores. Para desfazer as confusões e sanar as dúvidas, a podóloga Mirian Carvalho explica as diferenças que envolvem os dois, assim como seus efeitos no organismo. 

De acordo com a profissional, a acetona é um composto orgânico sintético, que pode ser encontrado na natureza e reproduzido em laboratório. Suas principais características são a solubilidade em água, poder inflamável e o fato dela não ser tóxica. Contudo, mesmo não apresentando riscos à saúde pode causar irritações quando entra em contato com a boca e mucosas. “Ao entrar em contato com o corpo da unha e a pele ao seu redor, pode provocar ressecamento, mas é revertida com a aplicação de água quente ou cremes na região”, categoriza a profissional.

Já o removedor é feito de acetato de etila, solvente usado na indústria. Mesmo que não cause nenhum tipo de contaminação, o contato intenso e por um longo período pode trazer malefícios à saúde tal como a irritação da pele, anemia e danos à córnea. Porém, lembre-se que estas são causadas apenas em quem está em contato direto e constante com a substância. Na remoção de esmaltes é usado em quantidade reduzida, mas ainda traz o ressecamento da cútis e da unha. “Os danos à região são amenizados com a utilização de óleo de amêndoas em sua formulação, que agem como um hidratante”, complementa.

Mirian conclui que mesmo possuindo contras, os danos de ambos os produtos, de uma forma ou de outra, podem ser controlados e atenuados, porém a manicure deve ficar atenta para não ficar exposta por um longo período às substâncias e ter a saúde prejudicada. “Os dois trazem prejuízos ao organismo, mas a acetona ainda é menos tóxica que o removedor. O melhor é ficar sempre atenta com as normas de higiene com luvas e máscaras para que o contato não seja direto e a integridade física seja mantida”, ela arremata.
 
 
 
 
 
 
Ikesaki - A hiperloja do profissional de beleza.

www.ikesaki.com.br
Ikesaki - A hiperloja do profissional de beleza - Copyright © 2011

GetYou - Unindo marcas e pessoas