Mudanças na coloração e na forma das unhas podem indicar como andam a sua saúde

unhas ikesaki - 02.05.2016 17:43, Destaques, Tendências, Unhas

Ainda que não pareça, as unhas possuem inúmeras funções: protegem as extremidades dos dedos contra traumatismos, permitem atos como arranhar e coçar, auxiliam na manipulação de pequenos objetos e, principalmente, podem revelar como anda a saúde. Prova disso é o fato de alguns médicos pedirem para ver as mãos dos pacientes durante a consulta. Manchas, descamações, mudanças de cor e no formato das unhas podem ser pistas para inúmeros males – de uma simples micose até problemas cardíacos. O dermatologista Abdo Salomão (MG) ensina como fazer um autoexame só de olhar para elas. Procure um médico, caso note qualquer alteração. “Somente um especialista pode fazer um diagnóstico preciso”, afirma o profissional.

Unhas fracas e quebradiças: o motivo pode ser excesso de removedor, ausência total de cutícula e contato constante com produtos de limpeza. No entanto, falta de cálcio, zinco e vitaminas A, B e E, anemia e hipotireoidismo também podem gerar este quadro.

Manchas esbranquiçadas: podem significar micoses, carência de cálcio ou zinco, anemia, dermatites de contato (alergias a esmaltes, sabões, detergentes), psoríase, micoses, estados febris e insuficiência renal.

Unhas amareladas: são mais comuns em fumantes ou em pessoas que ficam em constante contato com água, mas também indicam ingestão em excesso de betacaroteno (cenoura e mamão), diabetes, micoses e males do fígado.

Unhas arroxeadas: podem ser causadas por hematomas subungueais (após apertões), micoses, tumores, uso de remédios coagulantes ou problemas cardíacos.

Unhas esverdeadas ou com inchaços: infecção causada por bactérias embaixo das unhas e dentro das cutículas.

Metade branca, metade avermelhada: descalcificações, traumas locais ou problemas renais.

Ondulações: na maioria das vezes indicam traumas, por exemplo, quando se usa a espátula de empurrar cutícula com muita força. No entanto, podem indicar também anemia, psoríase das unhas ou doença cardíaca ou pulmonar.

Amarelada, espessa e sem crescimento: micose local ou distúrbios pulmonares.

Faixas negras: micoses, melanoma (câncer de pele), traumas locais, micoses, disfunções hormonais ou traumas locais.

Por Bruna Machado
Fotos Shutterstock e Divulgação

compartilhar:

ikesaki

492 publicações

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Conteúdo Relacionado